Artigo

Tudo operacional para o “renascer dos CVMA”, garante a organização

A organização dos Cabo Verde Music Awards by Unitel T+ realizou esta manhã, a um dia da grande gala, uma conferência de imprensa da qual fizeram parte alguns nomeados e artistas convidados.

créditos: Cláudia Marques | SAPO

A conferência de imprensa serviu, antes de mais, para dar as boas-vindas aos artistas nomeados, apresentadores e convidados que fazem parte desta VII edição.

Gilyto Semedo, o mentor do certame, começou por dizer que este ano é especial para os CVMA uma vez que representa “um novo renascer”, com “novo formato, nova imagem e nova dinâmica”.

“Falamos em recomeço também porque neste momento temos uma responsabilidade acrescida, somos o prémio oficial da música de Cabo Verde, já não respondemos individualmente mas sim por um grupo oficial do qual faz parte o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas”, acrescentou Soraia Deus, diretora de comunicação.

Segundo a mesma fonte, nesta edição fizeram um “shake no espetáculo”. “Reduzimos as categorias, introduzimos as menções honrosas, vamos fazer com que o espetáculo seja mais fluido e mais rápido, temos também um novo diretor artístico, que é o Vadu Semedo, que está ao pormenor a criar o espetáculo, a luz, o alinhamento … acreditamos que estamos a chegar àquela maturidade onde a cada ano teremos um espetáculo, passo a redundância, mais espetacular”, explicou ainda.

Grande parte dos envolvidos e artistas nomeados e convidados já se encontram na cidade da Praia sendo que a última comitiva chega hoje à capital. 90% dos nomeados irão estar este ano presentes na gala sendo que apenas três destes vão ficar de fora por terem outros compromissos.

Em termos logísticos, a organização garante que está tudo operacional e que a gala poderia ser já hoje uma vez que está tudo pronto.

A gala vai ser transmitida em direto na televisão nacional, TCV, em streaming no Facebook dos CVMA e no SAPO Cabo Verde. Mais tarde, em diferido, na televisão pública de Moçambique, na RTP África e na TPA, Televisão Pública de Angola. A gala poderá ser igualmente vista em direto na App da Unitel T+.

De referir que as votações para a categoria “Música Popular” continuam a decorrer.

A gala será este ano conduzida pelo artista e apresentador da TCV, Éder Xavier, a atriz e apresentadora portuguesa Cláudia Semedo, e ainda o DJ cabo-verdiano e membro do júri, Carlos Fonseca, mais conhecido por DJ Pensador.

Para esta tarde os artistas nomeados têm agendada uma visita às Tendas El Shaddai no município de Santa Cruz no âmbito da Campanha Menos Álcool, Mais Vida, promovida pela Presidência da República de Cabo Verde, o Parceiro de Responsabilidade Social desta edição.

No sábado, dia 6, os artistas têm previsto uma visita ao mercado, pelas 10h30, e de seguida uma sessão de autógrafos na Rua Pedonal, no Platô.

CVMA entrega cheque à Sociedade Cabo-verdiana de Música

Durante a conferência de imprensa houve ainda lugar para a entrega de um cheque à Sociedade Cabo-verdiana de Música referente à parte do espetáculo (e mais será entregue outro relativamente às obras que vão ser executadas no espetáculo, ou seja, os artistas que vão atuar durante a gala).

Os CVMA seguiram o exemplo do Kriol Jazz Festival e vai também pagar os direitos autorais à Sociedade Cabo-verdiana de Música. “É muito importante sermos nós a dar o exemplo. O Kriol Jazz já o tinha feito e nós não poderíamos deixar de o fazer. Se defendemos a música e premiamos os artistas então antes temos que ter a certeza que os seus direitos estão a ser defendidos”, sublinhou Soraia Deus.

O cheque foi recebido por Kim Santiago um dos fundadores da Sociedade Cabo-verdiana de Música.

A VII gala dos CVMA acontece já amanhã, 6, na FIC, com início marcado para as 20h30. Este ano sob o lema "Nossa Música, Nossa Identidade".

Atualizado em 07.05.2017

Comentários