Artigo

Solange Cesarovna inicia digressão nacional em junho

Objetivo é promover o novo álbum, "Mornas".

créditos: Inforpress

A intérprete cabo-verdiana Solange Cesarovna anunciou que o seu novo álbum, intitulado “Mornas”, estará no mercado cabo-verdiano ainda este mês e vai iniciar em junho uma digressão nacional para promoção do mesmo.

Em declarações à Inforpress, a artista explicou que se trata de um projeto feito em parceria com Artiletra, no âmbito da comemoração dos 25 Anos das Edições Artiletra, que se assinalou este sábado e dos 150 anos do nascimento de Eugénio Tavares, patrono da cultura cabo-verdiana.

O objetivo do álbum, que vai ser parte integrante do projeto Eugénio Tavares – em Livro e Álbum discográfico das Edições Artiletra, é contribuir para a “proteção da obra de Eugénio Tavares, pela fidelidade dos versos das canções apresentadas no álbum, bem como apoiar a iniciativa para o reconhecimento da Morna como Património Cultural e Imaterial da Humanidade.

Este novo trabalho intitulado “Mornas” traz oito mornas, todas composições de Eugénio Tavares.

Solange Cesarovna é filha de pai cabo-verdiano e mãe russa, fez a sua estreia na música ao participar com sete anos no concurso dos “Pequenos Cantores”, em São Vicente.

A cantora lançou em 2009 o seu primeiro álbum -“Solange Cesarovna”- com 13 temas de vários compositores cabo-verdianos, como Manuel d’Novas, Ramiro Mendes, Tó Alves, entre outros.

O álbum também tem três temas em russo: Nadejda (Esperança), Kalibel Naia e Margarita. Em 2011, lançou o seu segundo álbum “Speranza”.

Um trabalho que foi realizado entre Itália e Cabo Verde e que contou com a participação do produtor italiano Alberto. A artista já atuou em palcos nacionais e internacionais.

Comentários