Artigo

Remna Schwarz faz pré-lançamento do novo álbum “Zona Zero” no espaço Zero Point

O evento acontece no dia 8 de dezembro.

O músico Remna Schwarz faz no próximo dia 08, o pré-lançamento do seu segundo álbum, intitulado “Zona Zero”, no Zero Point, na Cidade da Praia, e aproveita para fazer a gravação para a produção de um DVD/Mini Documentário.

Neste concerto intimista que será uma viagem em primeira mão por este projecto musical, ao músico e intérprete juntar-se-á uma banda exímia composta por Kaku Alves (Guitarra), Ndu Carlos (Percussão), Adão Brito (Baixo) e Khaly Angel (Teclado).

Em declarações à Inforpress, Remna Schwarz prometeu dar ao público um espectáculo de exclusividade, uma vez que os presentes vão ter oportunidade de ouvir o seu novo trabalho e ainda vão ouvir o seu novo single “KalKoldadi”, que será lançado no início de Janeiro de 2018.

Em relação ao seu segundo álbum composto por 13 faixas de música, Remna Schwarz disse que é um disco com músicais originais que foram gravadas entre Cabo Verde, Guiné Bissau e Portugal e é baseado nas suas vivências em África.

“Queria fazer um trabalho que refletia um pouco a minha vivência, porque vivi bastante tempo em África, Europa e Estados Unidos. A minha ideia é comunicar através da música com o pessoal de África, quer seja de Cabo Verde ou da Guiné Bissau e Senegal, porque temos todos algo em comum e Zona Zero reflecte os problemas políticos e sociais”, disse.

O artista que já apresentou alguns dos temas do “Zona Zero” só com a voz e o violão, disse que as pessoas que entendem a sua música e a linguagem que utiliza nessas canções adoraram.

Definir o estilo que está neste álbum, para Remna Schwarz é um pouco difícil, pois, não está definido se é reggae ou solo, mas quem ouve seja crianças, jovens, ou adultos, quer seja de Cabo Verde, Guiné-Bissau ou de qualquer parte do undo vai ter uma nova visão da África.

Das 13 faixas, apenas uma canção a “Kalkoldade” não é da sua autoridade, mas foi um tema escrito pelo seu pai José Carlos Achwarz, que era cantor e activista pela independência da  Guiné-Bissau e Cabo Verde.

O álbum “Zona Zero” vai ser oficialmente lançado em meados de 2018, informou.

Os bilhetes para o espectáculo encontram-se à venda no Zero Point Art (ASA), e no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

Remna Schwarz nasceu no Senegal, a sua mãe é de Cabo Verde e o pai guineense.

Em 1999, decide iniciar a sua carreira de solista. Desenvolve um estilo próprio, misturando influências acústicas com música africana, reggae grooves associadas aos movimentos e harmonias europeias.

A forma de tocar guitarra torna a sua abordagem musical muito original.

Artigo do parceiro

SAPO Muzika

Comentários