Artigo

PM reitera que AME’2018 seja realizado por privados com apoio do Fundo do Turismo

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva reiterou hoje na Cidade da Praia, que a VI edição do Atlantic Music Expo (AME-CV) 2018 vai ser realizada por um grupo de privados com o apoio do Fundo do Turismo.

Melissa Fortes e Dino D' Santiago

“Aquilo que foi definido é que o AME deveria ser, essencialmente, uma organização de privados (…). O Governo, através do Fundo do Turismo, vai ser um dos patrocinadores, tendo como contrapartida a promoção da imagem de Cabo Verde”, explicou o primeiro-ministro.

Para Ulisses Correia e Silva, “não é um retrocesso”, mas sim um novo modelo, visto que o Atlantic Music Expo, anteriormente era um projeto público com privados, e agora vai ser um projeto privado com participação e patrocino público.

Nesta terça-feira, 14, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas anunciara que o certame iria ser realizado por um grupo de privados, juntamente com a Câmara Municipal da Praia, sendo que um dia antes, o ministro Abraão Vicente tinha dito que o Governo já não financia o AME, tendo em conta que estava a consumir um terço do orçamento de investimento daquele ministério.

Segundo o ministro, foi uma decisão “bastante difícil”, mas que a partir de agora caberá aos privados assumirem a realização do certame, assegurando que o Governo está disponível para mobilizar recursos junto dos parceiros.

Entretanto, depois de várias reações de descontentamento na comunicação social e nas redes sociais sobre a “possibilidade do fim” do AME, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas anunciou que o AME 2018 vai passar para os privados, numa concessão feita através do Estado.

O AME é uma feira mundial da música que acontece anualmente na capital de Cabo Verde, onde profissionais da música, ‘managers’, produtores, jornalistas, empresários, diretores de salas e de festivais, agentes, ‘bookers’, distribuidores, videastas, fotógrafos, fabricantes de instrumentos, equipamentos e acessórios diversos, de todo o mundo, expõem os seus produtos e refletem sobre a sua área de atividade.

O AME é um evento que veio dar “mais dinâmica” ao centro histórico da capital do país, mobilizando artistas de vários sectores, produtores e agentes nacionais e internacionais, canalizando, num único local, a cultura e a arte, com a pretensão de apresentar ao mundo os artistas nacionais e os internacionais, com ênfase no continente africano.

O evento tem sido também palco de amostras de CD, DVD e ‘flyers’, e para demonstração de instrumentos e equipamentos musicais, de conferências, ‘workshops’, ateliês, formação, palestras, debates, sem esquecer os ‘showcases’ e concertos para o público profissional.

As edições do AME-CV antecedem à realização do Kriol Jazz Festival, promovido pela Câmara Municipal da Praia, tendo a primeira edição sido realizada entre 08 e 10 de Abril de 2013, na capital do país e a V edição realizada em Abril de 2017.

Comentários