Artigo

Morreu Glen Campbell, lenda da música country

A lenda da música ‘country’ Glen Campbell morreu, na terça-feira, aos 81 anos, informou a família através de um comunicado divulgado na conta oficial do intérprete norte-americano no Facebook.

epa06132848 (FILE) - Country music artist Glen Campbell arrives for the 39th Annual Country Music Awards at Madison Square Garden in New York, USA, 15 November 2005 (reissued 08 August 2017). According to media reports, Glen Campbell has died aged 81, as his family announced on 08 August 2017. EPA/ANDREW GOMBERT *** Local Caption *** 00575285

créditos: Lusa

“É com o mais pesado dos corações que anunciamos a morte do nosso adorado marido, pai, avô e lendário cantor e guitarrista, Glen Travis Campbell, aos 81 anos, na sequência da sua longa e corajosa batalha contra a doença de Alzheimer”, diz o comunicado publicado na noite de terça-feira.

Glen Campbell, intérprete de sucessos como “Rhinestone Cowboy” ou “Wichita Lineman”, que se transformou numa das maiores estrelas da música ‘country’ no final da década de 1960 e início de 1970, vendeu mais de 45 milhões de discos durante a sua longa carreira.

O último álbum do cantor, intitulado “Adios”, saiu em junho.

Nascido em 1936 numa família humilde de Delight (Arkansas, sul dos Estados Unidos), Glen Campbell, que conquistou seis Grammy, iniciou-se no mundo da música muito cedo.

Com pouco mais de 20 anos mudou-se para Los Angeles, onde chegou a tocar com estrelas como Elvis Presley, Dean Martin ou Frank Sinatra. Quando o cantor Brian Wilson, o génio por detrás dos Beach Boys, sofreu problemas de saúde em meados da década de 1960 que o afastaram da banda, acompanhou durante três meses as digressões do grupo.

Contudo, o músico tentou desenvolver uma carreira a solo que descolou triunfalmente em 1967 com os ‘singles’ “Gentle On My Mind” e “By The Time I Get To Phoenix”. Seguiram-se outros sucessos como “Galveston” ou “Southern Nights”, mas o maior de todos foi “Rhinestone Cowboy”, de 1975, que vendeu mais de cinco milhões de cópias.

Campbell alcançou a fama não apenas devido ao êxito das canções, mas também pelas participações na televisão e no cinema.

Estreou-se no grande ecrã graças a “Velha Raposa” (1969), filme protagonizado por John Wayne e que, em 2010, viria a ser objeto de um ‘remake’ que ficou a cargo dos irmãos Cohen.

Começou também a ser considerado uma estrela na televisão e, além da presença esporádica em diferentes séries e espaços, liderou o seu próprio programa televisivo intitulado “The Glen Campbell Goodtime Hour”, emitido na CBS entre 1969 e 1972.

Os anos 1980 foram um período sombrio para o músico que sofreu problemas relacionados com drogas e álcool.

Membro do Hall of Fame do ‘country’, Campbell editou o último disco com canções originais “Ghost on the Canvas” em 2011, ano em que anunciou que sofria da doença de Alzheimer, tendo realizado a última digressão no ano seguinte.

Comentários