Artigo

Lejemea: “Lancei ‘Fugi Regra’ há 5 dias e o feedback está a ser brutal”

O álbum é composto por 18 faixas originais e 15 videoclips.

Lejemea lança movimento "#nkreumbeijo"

créditos: Prisma Vídeos

O artista Lejemea lançou no dia 11 de maio o seu segundo trabalho discográfico intitulado “Fugi Regra”. O CD/DVD é composto por 18 temas originais e 15 videoclips, nos estilos kizomba, funaná, R&B e afrohouse.

Lejemea revelou ao SAPO que com “Fugi Regra” pretende mostrar que é um artista versátil. “Desta vez, tentei fugir de um cliché. No primeiro CD fiquei conhecido com a música “Djam bira fino”, onde fui bastante rotulado ao funaná. Admito que como santiaguense faço funaná, mas também como jovem tenho outras influências e canto outros estilos musicais”.

A produção e os arranjos musicais da maioria dos temas estiveram ao cargo do próprio artista, que também é produtor musical. “O tema ‘Bo ki nta Ama’ foi produzido pelo produtor Cláudio Ramos, que reside nos Estados Unidos da América e há um tema que fiz em parceria com o filho de Tony Fika”, frisou.

Neste álbum o artista conta com a participação especial de Grace Évora, Tony Fika, Rapaz 100 Juiz e Charbel Pinto.

No mesmo dia do lançamento do álbum, Lejemea divulgou no seu canal no Youtube os 15 videoclips que fazem parte do DVD, entre os quais: “Dja Bu Viciam”, “Bom Foz”, “Ka Kre Fika”, “I Wanna See You”, “Si Bu Dam”, “NKre Perdão”, “Bo Ki Ta Matam”, “Bo Ki Nta Ama”, e “Dentu Nota”.

O videoclip da música “Dja Bu Viciam”, o mais comentado nas redes sociais, já conta com mais de 100 mil visualizações no Youtube.

O músico revelou ao SAPO que tem recebido várias críticas, positivas e negativas, por causa do videoclip, mas que encara-as com “tranquilidade”.

“O que é sensual chama atenção. A letra da música tem muita sensualidade, logo não encontrei outra forma de retrata-la no videoclip. Eu como jovem tenho que inovar e fazer o improvável. Cada dia fica mais difícil agradar todas as pessoas”, afirma.

A maioria dos videoclips foi gravada no arquipélago, mais precisamente na ilha de Santiago por produtoras nacionais.

Questionado como tem sido a aceitação do álbum por parte do público, Lejemea diz que apesar de ter sido lançado só há 5 dias, o feedback está a ser “brutal”. “Estou nas nuvens com este álbum. Estou contente com o feedback”.

No que tange à agenda, Lejemea diz que, neste momento, está focado em promover e divulgar o seu segundo trabalho discográfico. “Sou apologista de que o álbum tem de ser primeiro ouvido e só depois devemos agendar os espetáculos”.

Lejemea levou quatro anos para produzir o álbum “Fugi Regra”. “Produzir um disco leva muito tempo. No dia 29 de agosto vai fazer quatro anos que gravei o meu primeiro CD “Nha Midjor” e desde então estava a trabalhar neste novo projeto. Inclusive há um tema “Dja Bu Viciam” que era para sair no primeiro disco”, diz.

Comentários