Artigo

Grace Évora comemora 30 anos de carreira com novo álbum de músicas inéditas

O artista, compositor e músico cabo-verdiano, Grace Évora, que comemora este ano 30 anos de carreira, promete para este Verão um novo trabalho discográfico que vai conter 30 músicas inéditas.

créditos: CM

O artista radicado na Holanda, fez esta revelação na noite desta sexta-feira, após a sua atuação na nona edição do Kriol Jazz Festival que termina hoje na Cidade da Praia.

Durante a sua atuação, Grace Évora levou o público a cantar com ele as coladeiras do conhecido compositor Manuel de Novas (já falecido) com a quais dominou a sua passagem pelo palco.

Grace Évora assegurou, que este trabalho já está na fase final, e só está “um pouco atrasado” pelo facto de serem 30 músicas inéditas.

Em termos de agenda, avançou que vai na próxima esta sexta-feira, 21 em Lisboa, Portugal, regressa a Cabo Verde para atuar na festa de São Filipe, ilha do Fogo, deslocando-se depois a Moçambique onde vai estar com o grupo Splash a 29 de Abril, regressando de novo ao arquipélago para participar no Festival de Santa Maria, ilha do Sal.

Grace Évora, é natural da ilha de São Vicente, e desde a sua infância demonstrou um grande interesse pela música, tanto com cantor quanto como baterista. O salto para a notoriedade aconteceu em 1989 no grupo Livity. Esta oportunidade levou-o a trabalhos com outros grupos como os Rabelados, Koladance, Cabo Verde Show e Splash!

Depois de em 1993 ter cantado o tema “Bia”, no segundo álbum dos Livity, Grace apostou também numa carreira a solo. Tem alguns álbuns a solo, e um dos seus temas mais conhecidos é o “Lolita”.

O seu single mais recente é “Si Deus quiser” lançado em 2016.

Comentários