Artigo

George Michael morreu de causas naturais, confirma médico legista

Mais de dois meses depois da morte do músico, o motivo foi finalmente revelado.

George Michael sofreu uma "cardiomiopatia dilatada com miocardite e fígado gordo", revelou o médico legista Darren Salter, nesta terça-feira, citado pela imprensa britânica.

"A investigação à morte de George Michael foi concluída e o resultado final da autópsia confirma a morte por causas naturais", acrescentou.

O cantor morreu a 25 de dezembro de 2016, aos 53 anos, na sua casa em Oxfordshire, Inglaterra.

Comentários