Artigo

Djodje atua hoje no Coliseu dos Recreios e promete “muita energia, vibração e dança”

O cantor, compositor e produtor cabo-verdiano Djodje, radicado em Portugal, atua hoje na mítica sala lisboeta Coliseu dos Recreios, em Portugal, e promete “muita energia, vibração e dança” para o público e fãs.

Numa entrevista à Inforpress, via telefone, o artista que está a preparar o seu quarto álbum a solo e que perspetiva colocá-lo no mercado no Verão, avançou que os ensaios estão a correr bem, faltando apenas alguns ajustes.

Segundo informou o artista da família Broda Music, o regresso aos palcos para o primeiro e "memorável" concerto no Coliseu dos Recreios vai contar com um repertório que vai desde as suas músicas mais antigas às do seu último trabalho, e claro os singles (Não Vai”, “Beijam”, “La Ki Nos É Bom” de promoção do seu próximo CD.

Num espetáculo aprazado para 21:30 (horas locais), com duração de cerca de duas horas, em que a abertura está a cargo da cantora cabo-verdiana Josslyn, o artista terá ainda em palco convidados especiais, tais como, Nelson Freitas, Jimmy P, Mika Mendes, Loony Johnson, Ricky Boy, Dynamo, Ferro Gaita e Elji Beatzkilla.

“É motivo de muita alegria e de responsabilidade acrescida”, referiu Djodje, em relação à lotação esgotada para o concerto.

Djodje nasceu a 15 de janeiro de 1989, na Cidade da Praia e vive actualmente em Portugal. Fundador da produtora Broda Music, gravou em 2001 uma colectânea de Verão, a música “Volta”.

Já em 2006, Djodje lançou o seu primeiro álbum a solo intitulado “Sempre TC” , em homenagem ao grupo, que contou com participação de artistas como Don Kikas, Heavy H, Os TC, entre outros, que o levou a atuar a nível internacional, em países como Portugal, Holanda e Luxemburgo.

Em 2007, num regresso esperado, os TC lançaram o primeiro álbum de inéditos enquanto grupo e fizeram concertos tanto em Cabo Verde como no exterior, tendo realizado uma tournée pelo Brasil e Portugal.

Em 2010, lançou o seu segundo álbum a solo intitulado "Check-In”, que lhe valeu o prémio de melhor Zouk/Kizomba MOAMAS (Museke Online Afrika Music Awards), com a música "Proibido".

Em 2013, Djodje lança o seu terceiro álbum a solo, que contou com grandes sucessos: “Um Segundo”, em parceria com os Ferro Gaita, “Txukinha” (que já conta com mais de um milhão de visualizações no Youtube), “Nha Música”, “Kriola”, entre outros.

No ano seguinte, juntamente com Ricky Boy e Loony Johnson, lança o single “Uma Chance”, um grande sucesso em Portugal, Cabo Verde e não só, que já conta com mais de quatro milhões de visualizações no youtube.

Comentários