Artigo

Chico Buarque de volta às canções e aos palcos (com alguma polémica à mistura)

Há mais de cinco anos que Chico Buarque não subia aos palcos, mas o compositor vai matar a saudade dos seus fãs com um mês de concertos no Rio de Janeiro para promover o seu novo álbum, "Caravanas".

Considerado uma das lendas vivas da música brasileira, Buarque participou de forma pontual em alguns concertos durante os cinco anos em que esteve afastado dos palcos, mas 2017 marcou formalmente o seu regresso à cena musical com o lançamento de seu 23º disco de estúdio a solo, de nove faixas, aclamado pela crítica devido à sua atualidade.

Elegante mas também brincalhão, o artista de 73 anos fala no álbum de um amor shakesperiano, mas também da era da comunicação por aplicações como o Whatsapp ("Dueto", como a sua neta Clara).O músico também retrata o drama dos refugiados ("As Caravanas") e defende que a velhice deve ser assumida "na desportiva" ("Jogo de bola").

Afastado dos palcos desde 2012, o também poeta e romancista decidiu começar digressão de "Caravanas" em meados de dezembro em Belo Horizonte, mas é com este mês de concertos na sua casa que o seu regresso ganha força para, depois do Carnaval, ir a São Paulo e a outras capitais dos estados brasileiros.

Mas no Rio de Janeiro, o preço para ver o artista não é acessível para todos os públicos: os preços variam entre os 55 e 125 euros.

Ver artigo completo

Comentários