Artigo

Abraão Vicente: AME afirma-se agora como um mercado de música

Cai o pano sobre a V edição do Atlantic Music Expo.

O quarto e último dia do Atlantic Music Expo terminou com a habitual noite de Sacem. Em palco estiveram Ron Savage Trio, dos Estados Unidos, Samia Ahmed, do Marrocos, Mounawar, de Reunião, Lura, de Cabo Verde e Sidi Wacho, do Chile.

O último dia do Atlantic Music Expo, à semelhança do que aconteceu dias anteriores, esteve recheado de muita diversidade musical. Os Day Cases, no Palácio da Cultura Ildo Lodo, com Silvano Sanches, de Cabo Verde, e Toto St de Angola, deram o pontapé de saída nas atuações.

Melissa Fortes foi a primeira artista a subir ao palco da rua Pedonal. A artista, descendente de pai cabo-verdiano, fez uma viagem por vários ritmos desde soul, funaná e morna, nesta que foi sua primeira atuação a solo em Cabo Verde e dividiu o palco com Dino D’Santiago.

"Fiquei muito contente, o público esteve vibrante, senti o amor do público e estou muito feliz mesmo", disse no fim da sua atuação e prometeu regressar brevemente para dar a conhecer "melhor" o seu trabalho.

O afrojazz também marcou na performance de Pamela Badjogo, artista natural do Gabão, que esteve pela primeira vez no AME. No fim da atuação Pamela estava muito satisfeita com a reação do público. "As pessoas são muito calorosas. Quarenta minutos não são suficientes, mas somos muitos artistas e temos que dar lugar ao próximo. Quero voltar e conhecer melhor a cultura e a música e cantar mais", confessou no fim.

E aos poucos a rua Pedonal enchia-se de gente. Era a vez do Wesli, natural do Haiti apresentar-se no Show Case. Energia, boas vibrações tomaram conta do público que dançou ao ritmo do afro-roots e reggae e interagiu com o artista.

"Não estava nada a espera desta receção. Trouxe algo típico do Haiti e pensei que se calhar podia funcionar e afinal percebi que temos as mesmas raízes, e isso foi muito especial. Temos algo em comum que é a sensualidade da dança", afirmou satisfeito, ele que foi o último artista a atuar no Show Case do AME 2017.

O palco agora mudava de lugar. A Praça Luís de Camões recebeu o encerramento do AME com a noite de Sacem.

Ver artigo completo

Comentários