Artigo

Vinte e seis escritores e pessoas do cinema participam no VII Encontro de Escritores de Língua Portuguesa

Vinte e seis pessoas, entre escritores e gentes do cinema, participam no VII Encontro de Escritores de Língua Portuguesa (EELP), que decorre de quinta-feira a domingo, na Cidade da Praia, sob o tema “À margem da literatura”.

O evento, organizado pela União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), em colaboração com a Câmara Municipal da Praia, vai, segundo o vereador da Cultura, António Lopes, projetar a capital do país como uma cidade da cultura.

“Esse encontro vai servir para chamar a atenção das instituições nacionais para a necessidade de terem mais atenção para a problemática da leitura, assim como para uma maior utilização da língua portuguesa, devido ao pouco uso que nós, os cabo-verdianos, fazemos dela”, disse em declarações à imprensa.

António Lopes aproveitou ainda, para lembrar que no país existia um Plano Nacional de Leitura, que através de uma biblioteca móvel, incentivava os cabo-verdianos a ler, chegando a emprestar, anualmente, cerca de 270 mil livros.

Com o fim do projeto, que estava ancorado à Direção Geral da Alfabetização, sublinhou, morreu a biblioteca, que o vereador admitiu gostar de ver recativada por forma a que as pessoas pudessem ter oportunidade de ler.

António Lopes adiantou que, para além do encontro de escritores que vai debater temas que usam a literatura no dia a dia, vai-se realizar palestras e exibições de filmes, bem como encontros com universidades.

No evento em que o cinema, a televisão e a Internet são temas marcantes, participam escritores como Vera Duarte, Fátima Bettencourt, Rui Simões, Zezé Gamboa, César Schofield, Diana Andringa, António Vasconcelos, Ana Mafalda Leite e Nuno Rebocho.

Temas como “Literatura local”, “Literatura e a Lusofonia”, “Novas Tecnologia de Imagem e a Internet” e “Influencia das Novas Tecnologias nos Meios Jornalísticos e na Escrita” constam do programa de debate dos participantes do VII Encontro de EELP.

O evento apoiado pelo Ministério da Cultura e universidades do país, conta com a participação de Cabo Verde, Angola, Moçambique, Portugal, Brasil, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Timor-Leste.

À margem dos debates decorrem atividades paralelas que têm a ver com lançamento de livros, visita a Centro Prisional do Tarrafal de Santiago e um “pôr do sol” na Cidade Velha.

O VI Encontro de Escritores de Língua Portuguesa teve lugar na capital de Cabo Verde de 31 de janeiro a 03 de fevereiro de 2016 e o V foi realizado em Luanda (Angola) de 21 a 23 de janeiro.

Comentários