Artigo

Tikai faz reposição ao vivo das peças “Chipititi” e “Bate ku liza” na Praia

O grupo de teatro Tikai faz hoje, a reposição ao vivo, do sexto trabalho teatral, “Chipititi” e “Bate ku Liza” (lavar e passar, em português), pelas 17:00, no Parque 5 de Julho, na Cidade da Praia.

De salientar que o Parque 05 de Julho já tinha sido palco da encenação em Março, altura em que o grupo percorreu vários municípios e ilhas enquadrado no “Março, Mês de Teatro”, nomeadamente Calheta (São Miguel), Assomada (Santa Catarina), Tarrafal, Pedra Badejo (Santa Cruz) e Maio que culminou com apresentação a 02 de abril na ilha da Boa Vista.

As duas peças, lançadas em formato DVD, em Dezembro, depois das projeções, foram gravadas na localidade de Ribeirão Manuel, em Santa Catarina, (Chipititi), e em São Miguel (Bate ku Liza).

A peça “Chipititi”, conforme explicara à Inforpress na altura da gravação, o actor João Pereira “Tikai”, é a história de um rapaz desobediente que, enquanto o pai vai à monda, fica encarregado de levar comida todos os dias ao progenitor, mas, em vez de cumprir a ordem da mãe, prefere ir jogar à bola.

A segunda peça, incluída no mesmo DVD, desenvolve a temática da infidelidade, mas de uma forma cómica, segundo o ator, pois a mulher que é infiel leva uma “vida boa”, enquanto o marido vai trabalhar e não se apercebe que está sendo enganado dentro da sua própria casa.

Para essas duas peças, informou o artista, vai manter a base dos atores e introduzir personagens novas, mas que devido à dificuldade financeira, nesta peça, ao contrário das outras, vai haver redução do número de atores.

A primeira peça conta com nove elementos e a segunda com cinco.

Depois de dois anos sem gravar novas peças, o ator João Pereira disse que tem tido alguma dificuldade para a produção das peças em DVD, pois não tem conseguido financiamento.

Os bilhetes da apresentação agendado para as 17:00, custam 200 escudos, para adultos, e 100 escudos para crianças.

Comentários