Artigo

Sessenta jovens participam em curso de teatro e dança financiado pela bolsa de acesso à cultura

Curso tem duração de 9 meses.

Sessenta jovens porto-novenses participam, a partir de agora, e durante nove meses, num curso de teatro e dança, ministrado pela escola secundária privada Progresso, no município do Porto Novo, ilha de Santo Antão.

O curso, aberto segunda-feira, num ato presidido pelo edil do Porto Novo, Anibal Fonseca, tem o alto patrocínio do Ministério da Cultura e Industrias Criativas (MCIC), através da bolsa de acesso à cultura.

O diretor da escola Progresso, Elísio Rocha, explica que o curso, que tem ainda o envolvimento da câmara do Porto Novo e do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), vai permitir a capacitação, de “forma cientifica e integrada no conceito do teatro e da dança” desses jovens, que já têm alguma aptidão em ambas artes. A formação marca, segundo Elísio Rocha, “uma nova alargada” no que toca à formação e integração da juventude portonovense.

A abertura oficial do curso esteve a cargo do presidente da autarquia loca, Aníbal Fonseca, que enalteceu a importância dessa formação em áreas em que este município apresenta “um grande potencial”, dando como exemplo o grupo teatral Juventude em Marcha, “já um património local e nacional”.

Os professores Jorge Martins e César Leis (ambos atores do grupo Juventude em Marcha), Jair Pinto e Manuel Fortes, estes do Instituto Universitário da Educação (IUE, formam o corpo docente do curso, que terá uma carga horária de 260 horas.

História do teatro, construção de um artista, prática de interpretação, elementos da cena, conceito da dança, dança como forma de expressão, dança de salão são alguns dos temas que vão ser ministrados nessa formação, que culminará com a apresentação de uma peça teatral e uma coreografia.

Artigo do parceiro

SAPO Muzika

Comentários