Artigo

Sal: Cine ASA veste-se de glamour para condecorar os melhores de 2017

A III edição da Gala Dja D´Sal Awards avaliou este ano 17 categorias, tendo introduzido três novas, nomeadamente prémio Revelação, Personalidade de Cultura e prémio Ação Social.

créditos: Inforpress

O Cine ASA, na ilha do Sal, vestiu-se novamente de glamour para homenagear, sábado á noite, as melhores figuras de 2017 , que se destacaram nas mais variadas áreas, durante a gala da III edição do Dja D’Sal Awards.

Promovida pelo grupo UniMix Deejay´s, constituído por quatro jovens salenses, o evento que já vai na sua terceira edição e conta com a parceria da Câmara Municipal do Sal, encheu o Cine Asa de muita festa e alegria, numa noite animada, onde, à semelhança do ano passado, foram homenageados mais de uma dezena de figuras da ilha do Sal, do desporto à música.

A III edição da Gala Dja D´Sal Awards avaliou este ano 17 categorias, tendo introduzido três novas, nomeadamente prémio Revelação, Personalidade de Cultura e prémio Ação Social.

A condecoração dos escolhidos foi simbolizada com uma estatueta de platina, cujos vencedores foram encontrados através de uma combinação de votos, isto é, entre o júri, responsável por 60 por cento da votação, contra os restantes 40% vindo por parte do público.

Para além dos agraciamentos, no decorrer da Gala Dja D´Sal Awards foram também homenageadas outras figuras da ilha, nomeadamente Manuel de Deus Nereu, pelo contributo que tem dado para o desenvolvimento do Carnaval salense e os atletas paralímpicos da ilha.

Assim, na categoria Desporto, Pú Brito foi distinguido como melhor treinador de equipa de futebol, melhor árbitro foi para o trio de arbitragem formado por António Rodrigues, Júlio Lopes e Djery Lopes – pelo terceiro ano consecutivo -, enquanto Sandir Palavra recebe a estatueta de melhor atleta do ano a nível de basquetebol e Melani Fortes como melhor atleta feminino no atletismo.

Na música, o melhor DJ foi para DJ Loko, Vanice da Luz e Mateus Nunes receberam a condecoração de melhor voz feminina e masculina, respetivamente, Nuno Gomes recebe a estatueta de melhor instrumentista do ano e Valdis Crazy, de melhor artista em palco.

Ainda na música, o melhor Hip-Hop foi para “Na zona”, de Jay Yo, tendo Nigga Show conquistado o troféu de melhor Mix Tape do ano com “Real e transparente”, e “Ta na Grelha” eleita como melhor música popular.

Nas categorias Personalidade do ano, Revelação e prémio Ação social, Ady Lopes, Edson, e Associação Chã de Matias, respetivamente, levam as distinções.

Em poucas palavras, Sílvio Stalone, um dos promotores, satisfeito com mais esta edição, disse que as coisas correram bem e que para o ano há mais.

O presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, que se fez presente no evento, impressionado por aquilo que assistiu, manifestou-se satisfeito com a coragem e ousadia do grupo UniMix Deejay´s, prometendo apoiar o projeto, a “extraordinária” iniciativa, visando a sua continuidade.

UniMix Deejay´s é composto por 4 dj´s locais, nomeadamente Dj Batista, Dj Stalone, Dj Hellboy e Dj Benas, responsáveis pela organização da Gala Dja D’Sal Awards, que veio para ficar, engrandecendo assim a cultura salense.

Artigo do parceiro

SAPO Muzika

Comentários