Artigo

Revista brasileira de literatura homenageia Amílcar Cabral

A publicação conta com a participação de escritores cabo-verdianos.

A edição número 13 da revista brasileira de literatura “Òmnira”, que conta com participação de escritores cabo-verdianos e que homenageia o líder guineense-cabo-verdiano Amílcar Cabral, será lançada este sábado, 29, na Bahia, Brasil.

De acordo com uma nota da editora da revista, a União Baiana de Escritores (UBESC) enviada à Inforpress, esta publicação em homenagem a Amílcar Cabral conta com trabalhos publicados (contos e poesias) de “jovem talentos” Aníria Teixeira e Feliciano Monteiro.

Para além de Cabo Verde, fazem parte também professores, jornalistas, escritores e poetas de Angola, Brasil e Guiné Bissau, e ilustração de capa do artista plástico moçambicano João Timane.

Explica a nota que a publicação faz parte do intercâmbio literário da UBESC com os países do Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), que visa revelar talentos contemporâneos da Literatura desses países, através da publicação de poesias, contos crónicas e matérias que exaltem a literatura africana, seus valores, seu folclore e sua cultura.

Na publicação destacam-se os artigos da professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) Zilda de Oliveira Freitas “Identidade nacional e diferenças: reflexões sobre a Literatura Africana Lusófina”, que retrata a literatura africana em várias nuances, assunto da qual é pesquisadora.

E ainda do jornalista e editor Roberto Leal “Um líder que o povo realmente não conheceu”, falando da trajetória do líder negro Amílcar Cabral e trazendo ao leitor um pouco da sua desconhecida poética e o poema filosófico do poeta e escritor João Bosco Soares, “Enigmaticamente”.

“Da África nas páginas da revista Òmnira temos o jornalista e escritor Ismael Farinha (Angola) com o texto “O Medo da Verdade”, a jornalista e poetisa Aniria Teixeira (Cabo Verde) com o poema “Ei Camarada” dando ênfase ao homenageado da publicação”, lê-se na nota.

Comentários