Artigo

Político indiano pediu decapitação de estrela famosa de Bollywood

Conhecida do público ocidental pelo filme "xXx: O Regresso de Xander Cage", Deepika Padukone cancelou os compromissos públicos após um político do partido que governa a Índia ter apelado à sua decapitação.

epa05713277 US actor Vin Diesel (L) and Bollywood actress Deepika Padukone (R) pose for pictures during the promotional event of their upcoming movie 'xXx: The Return of Xander Cage' in Mumbai, India, 12 January 2017. The movie releases in India on 14 January 2017. EPA/DIVYAKANT SOLANKI

créditos: Lusa

Deepika Padukone, uma das atrizes mais populares e bem pagas do cinema indiano conhecido por "Bollywood", que também teve o principal papel feminino em "xXx: O Regresso de Xander Cage" (2017), teve de cancelar compromissos públicos após um político do partido governamental ter apelado para que fosse decapitada.

Suraj Pal Singh Amu, o principal coordenador dos media do Bharatiya Janata Party (Partido do Povo Indiano, BJP), que governa a Índia, ofereceu uma recompensa equivalente a 1,23 milhões de euros pelas cabeças da atriz e também de Sanjay Leela Bhansali, realizador do filme "Padmavati".

Considerado um "blockbuster" do cinema de Bollywood, o filme originou protestos na Índia de membros da casta Rajput Karni Sena, pelo que consideram ser a distorção histórica da vida de Padmini, uma lendária rainha hindu do século XIV, por mostrarem o seu romance com um rei muçulmano.

Ver artigo completo

Comentários