Artigo

Ministério da Cultura lança edital de financiamento de projetos culturais para o ano 2018

Estimular áreas muito específicas e direcionar os recursos do Estado de forma mais eficiente e ao encontro das expectativas regionais e locais de uma programação de qualidade e voltada para o aumento do consumo da arte e da cultura nas comunidades, são os objetivos do financiamento.

photo of an old movie projector

créditos: Inforpress

O Ministério da Cultura já lançou o edital de financiamento de projetos culturais para o ano 2018, contemplando áreas muito específicas voltadas para o aumento do consumo da arte e da cultura nas comunidades.

Em nota enviada à Inforpress, o Ministério da Cultura e Indústrias Criativas (MCIC) lembra que o Programa do Governo para a IX Legislatura colocou a cultura no centro de políticas ativas de criação de emprego e de novas oportunidades para os jovens e criadores cabo-verdianos.

Acrescenta ainda que a integração da cultura como geradora de riqueza económica tem sido um dos objetivos do MCIC através de programas e políticas integradoras, proativas e que visem o desenvolvimento das regiões e do País.

Segundo a mesma nota, é neste sentido a par da programação cultural institucional, que o MCIC abriu no ano de 2017 um edital destinado a financiar vários projetos vindos da sociedade civil e de criadores que tivessem ideias únicas, originais e que acrescentassem valor ao mercado cultural do arquipélago.

Dando seguimento ao sucesso do primeiro edital, o MCIC anuncia as candidaturas para o financiamento dos projetos para o ano 2018.

Estimular áreas muito específicas e direcionar os recursos do Estado de forma mais eficiente e ao encontro das expectativas regionais e locais de uma programação de qualidade e voltada para o aumento do consumo da arte e da cultura nas comunidades, são os objetivos do financiamento.

As áreas a serem contempladas com este financiamento são Artes Plásticas, Artes Visuais e Fotografia (exposições artísticas e temáticas), Artesanato (exposições e ateliês), Dança (espetáculos individuais ou de grupos e projetos de internacionalização), são as áreas que serão elegíveis.

E ainda Design e Moda (apresentação de coleções individuais e coletivas, workshops, formação e feiras de moda), Música (concertos individuais e de grupos) e Teatro (espetáculos, peças de autores cabo-verdianos, itinerância e internacionalização).

De acordo com a mesma fonte, os projetos que foram beneficiados no ano anterior podem concorrer a novos financiamentos desde que o relatório do financiamento anterior tenha sido enviado e validado pela equipa do MCIC, ou venha a ser enviado até ao final do ano civil de 2017.

O Ministério da Cultura e das indústrias Criativas comunica ainda que os projetos para as áreas de literatura e cinema serão contempladas em editais próprios a serem publicados pela Biblioteca Nacional de Cabo Verde (BNCV) e pela Associação Cabo-verdiana de Cinema e Audiovisual, respetivamente.

O MCIC avisa os interessados que o edital de candidatura de projetos para o ano económico de 2018 e o respetivo regulamento vão estar disponíveis para consulta na página do facebook do MCIC (www.facebook.com/cultura.caboverde), nos jornais, na secretaria do MCIC e no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

Comentários