Artigo

Festival Poeiras da Língua Portuguesa volta a unir a Lusofonia em Oeiras

Família, marrabenta e contos tradicionais na voz de um são-tomense. Parece uma mistura difícil de encontrar, mas nem tanto. Nos dias 8, 9 e 10 de Setembro podemos encontrar esta e outras misturas culturais, sensoriais e literárias na 2ª edição do Festival Poeiras da Língua Portuguesa. O Parque dos Poetas (Oeiras) será o anfitrião desta partilha de experiências, num festival que contou com 30 mil participantes na sua primeira edição, em 2016.

Este ano, o Palco Poeiras estreia com o concerto dos portugueses Bruno Nogueira e Manuela Azevedo, com o projecto “Deixem o Pimba em Paz”, e recebe no segundo dia a angolana Aline Frazão e a sua nova digressão, “Insular”. No último dia, o Eletro Poeiras, pensado especificamente para a geração milénio, apresentará em estreia absoluta o DJ Internacional Ricardo Imperatore e convidados.

Mas, com certeza, nem só de música vive o Poeiras. A dança tem um lugar especial neste festival. Aulas de marrabenta, funaná e samba aguçam os sentidos e os movimentos para os concertos dos mesmos estilos que acontecem nos três dias.

O actor são-tomense Ângelo Torres, um dos protagonistas da novela A Única Mulher, participa no Bosque Poeiras, um espaço de contos tradicionais, que conta também com a participação de Ana Sofia Paiva (Portugal) e Tâmara Bezerra (Brasil).

Para explorar com a família, a avenida Alameda das Culturas contará com artesanato português, mas também com produtos gastronómicos tradicionais de outros países lusófonos à venda para quem quer matar saudades ou aventurar-se em novos sabores.

Jogos tradicionais, poesia, teatro, espectáculos de marionetas e outras formas artísticas completam o cartaz do Poeiras 2017, que, mais uma vez, procurará servir como catalisador entre a tradição e o contemporâneo.

Comentários