Artigo

Escritora Vera Duarte apresenta “A Matriarca – Uma Estória de Mestiçagem” na Cidade da Praia

A escritora Vera Duarte apresenta no próximo dia 12 de outubro, o seu mais recente trabalho literário “A Matriarca – Uma Estória de Mestiçagem”, no auditório do Centro Cultural Português, na Cidade da Praia.

foto@RTC

Depois de ter lançado esse livro em primeira-mão na ilha do Sal, desta feita, em parceria com o Centro Cultural Português da Praia / Camões Instituto da Cooperação e da Língua e a livraria Pedro Cardoso, a autora vai partilhar este romance polifónico, com os praienses.

A apresentação estará a cargo da escritora Fátima Bettencourt e do jornalista Daniel Medina.

Segundo um comunicado enviado à Inforpress, este livro narra a vivência dos povos e procura ainda resgatar a mestiçagem ancestral e contemporânea dos cabo-verdianos, a partir de representações sobre a vida social e das práticas culturais.

O enredo é baseado em duas estórias de amor, que se entrecruzam, cada uma com o seu final.

Ester, a protagonista, e Peter, jovem sueco filho de pai cabo-verdiano, que vem a Cabo Verde à procura da sua família paterna, e Ingrid uma sueca que teve um filho de um cabo-verdiano e reencontram-se, em Santa Maria, ilha do Sal, trinta anos depois.

Vera Valentina Benrós de Melo Duarte Lobo de Pina é jurista e escritora, e foi ministra da Educação e do Ensino Superior.

Entre as suas publicações constam o livro de poesia “Amanhã amadrugada (1993), “O arquipélago da paixão” (2001), “Preces e súplicas ou os cânticos da desesperança” (2005), Exercícios poéticos Romance (2010), “A candidata Ensaios” (2003) e Construindo a utopia (2007).

A escritora Vera Duarte foi eleita como membro da Academia Ciência de Lisboa, no passado 9 de maio.

Em 2016 foi eleita patrona dos colóquios da lusofonia na qualidade de presidente de ACL e este ano é nomeada membro correspondente lusófono na Academia das Ciências de Lisboa

Comentários