Artigo

Brava: Câmara promete abrir este ano o Complexo Cultural Municipal para formação de artistas

A Câmara Municipal da Brava está a trabalhar em parceria com a Associação Sete Sois Sete Lua em vista a transformar a antiga residência oficial do autarca, em Nova Sintra, num Complexo Cultural Municipal, para funcionar como um polo de formação.

créditos: Inforpress

Francisco Walter Tavares, vereador da Juventude, Desporto e Urbanização, disse à Inforpress que já existe acordo entre as duas partes, tendo a Associação Sete Sois Sete Lua já iniciado obras de reabilitação neste espaço disponibilizado pela autarquia.

Walter Tavares afirma que esta associação cultural, apostada em proporcionar uma oferta cultural profissional de alta qualidade, de dimensão internacional aos agentes e aos atores culturais cabo-verdianos, “já enviou e continuará a enviar músicos e artistas para a formação na ilha Brava”.

Cabe à Câmara Municipal da Brava, explica, equipar a infra estrutura com instrumentos musicais para esta escola de arte e cultura, avançando que já existem contatos com a Universidade de Cabo Verde (UNI-CV) com vista a remeter artistas para curso de formadores nas diversas áreas da música.

Segundo o vereador, o Complexo Cultural Municipal já iniciou parcialmente o seu funcionamento, mas estão a envidar esforços para que a referida infraestrutura “entre na sua velocidade de cruzeiro”.

Também o Auditório Municipal está a ser alvo de obras de remodelação iniciadas durante o mandato anterior, para adaptação de som, estando neste momento à espera de mobiliários, equipamentos de som e iluminação para que a ilha Brava tenha uma sala de espetáculos com capacidade para acolher 300 pessoas.

“Com este Complexo Cultural para formação e com este auditório funcional teremos completo esta área de cultura, faltando apenas os atores culturais capricharem nos seus trabalhos para a promoção de atividades culturais como Todo Mundo Canta, Toda a Brava Dança, sessões de mornas e de musicas tradicionais, bem como teatro e exposições de artesãos e artesanatos”, frisou.

Segundo o vereador, o concurso Miss Brava, apoio às festas genuínas e de romarias tais como Nhô São João Baptista que se comemora anualmente a 24 de junho, afigura-se como a festa maior desta ilha, serão alvos de uma atenção especial desta autarquia que “está empenhada na dinamização da juventude bravense”.

Comentários