Artigo

Vozes da nova versão de "O Rei Leão" estão quase fechadas e só há um repetente

A nova versão de “O Rei Leão” em animação fotorealista que a Disney está a preparar para estreia em 2019 tem o elenco vocal quase completo, com um repetente da fita original e uma super-estrela quase a assinar no papel de Nala.

Em 1994, “O Rei Leão” bateu todos os recordes de bilheteira e tornou-se o filme animado de maior sucesso de sempre. Foi também o primeiro a ter um elenco inteiro de grandes estrelas a dar voz à maioria das personagens, o que se tornaria a partir de então habitual.

A nova versão do filme em animação foto-realista não será diferente e conta já com grandes nomes alinhados para os papéis principais.

Donald Glover (o futuro Lando Calrissian no filme sobre Han Solo) será Simba, papel outrora interpretado por Matthew Broderick, e o britânico Chiwetel Ejiofor está a ultimar negociações para interpretar o pérfido Scar (no filme original encarnado pelo também britânico Jeremy Irons).

Sarabi, a mãe de Simba, terá a voz de Alfre Woodward, e Timon e Pumba serão interpretados pelos humoristas Billy Eichner e Seth Rogen.

John Oliver vai ser a voz de Zazu, que teve a prestação vocal de Rowan Atkinson no primeiro filme. O mandril Rafiki (Robert Guillaume no original) vai agora ter a voz de John Kani, que vimos recentemente como o pai do super-herói Pantera Negra em “Capitão América: Guerra Civil”.

James Earl Jones é o único repetente no elenco, uma vez mais como a voz do poderoso Mufasa, o pai de Simba.

Do grupo de personagens principais falta apenas confirmar a voz da leoa Nala, que vários meios indicam que estará destinada a Beyoncé. O atraso na negociação prender-se-á com o facto de se pretender que a cantora seja também a produtora da banda sonora, a que adicionará canções de sua autoria e a quem caberá a interpretação da nova versão do oscarizado “Can you Feel the Love Tonight”, ocupando assim nesta versão parte do papel que Elton John teve na original.

A nova versão de “O Rei Leão” tem estreia agendada para julho de 2019 e será realizada por Jon Favreau, que assinou recentemente a nova versão de enorme sucesso de “O Livro da Selva”, na sequência de reinvenção em imagem real que a Disney tem feito dos seus clássicos de animação.

Neste caso, tendo em conta que não há personagens humanas no original, calcula-se que todo o filme seja criado em animação foto-realista.

Comentários