Artigo

Schwarzenegger pondera candidatura ao Senado para enfrentar Trump

Nos bastidores do Partido Republicano aumentam os rumores de que a estrela de cinema e antigo governador da Califórnia vai regressar à política.

Arnold Schwarzenegger está a ponderar avançar com uma candidatura ao Senado dos EUA, avança o Politico.

O bem informado site de jornalismo político norte-americano cita fontes anónimas do Partido Republicano.

A possibilidade do ator regressar à política está a ser cada vez mais comentada nos círculos republicanos e é alimentada pela "capacidade" do antigo governador da Califórnia entre 2003 e 2011 conseguir irritar o Presidente Donald Trump nas redes sociais.

Em causa estão as eleições de 2018, altura em que estará para reeleição a posição da senadora democrata Dianne Feinstein, que terá 85 anos.

"Neste momento, a prioridade do Governador Schwarzenegger é usar a sua plataforma para trazer alguma sensibilidade e coerência a Washington através da luta pelas reformas, como fizemos na Califórnia. Mantemos todas as nossas hipóteses abertas em relação à forma de conseguir fazer isto", foi a significativa declaração do porta-voz da estrela ao Politico.

Os ataques de Trump a Schwarzenegger, principalmente à volta do programa "Celebrity Apprentice", terão espicaçado a natureza extremamente competitiva de Schwarzenegger. Desde as mudanças climáticas às reformas políticas e imigração, não faltariam temas para os dois continuarem a afirmar as suas diferenças.

A entrada, possivelmente como independente, "daria a Arnold um palco para atacar Trump nos próximos 16 meses", adiantou ao Politico um veterano analista do partido Republicano.

Comentários