Artigo

Perguntámos a quem sabe: O que vai sair dos Óscares no domingo?

“La La Land” ou “Moonlight”? Casey Affleck ou Denzel Washington? Com a cerimónia dos Óscares mesmo à porta, o SAPO Mag voltou a perguntar a algumas caras conhecidas portuguesas que apostas fazem para a grande noite, mas mas não esquece o fenómeno gerado pelo musical e a polémica racial que parece não sair do radar da Academia.

Este ano as perguntas foram quatro, sempre iguais para todos. Quem vai ser o grande vencedor e quem é que não pode deixar de receber um Óscar, sem esquecer a discussão em redor das paixões e ódios gerados por "La La Land: Melodia de Amor" ou a polémica contínua em torno do peso da questão racial nos troféus. Mais uma vez, os nossos convidados, todos ligados ao cinema pela profissão, não tiveram papas na língua.

Mário Augusto (Jornalista)

Quem vai ser o grande vencedor dos Óscares?

Mário Augusto

Não tenho grandes dúvidas de que "La La Land" será o grande vencedor. Falta saber apenas quantos Óscares consegue arrecadar de tantas nomeações. Curiosamente, o grupo de nomeados deste ano tem duas grandes fitas que adorei: "Moonlight" e "Manchester by the Sea". O "Moonlight" é para mim um dos grande filmes de 2016. Conhecendo o perfil da rapaziada da Academia, o "La La Land" encaixa melhor nos gostos daqueles velhotes de Hollywood.

O fenómeno "La La Land": merecido ou exagero?

Sou daqueles que gosta do filme, vejo-o trabalhar o género melhor do que ninguém e o jovem realizador celebra essa magia, por isso merece... não tantos Óscares como nomeações, mas é merecida a distinção.

Qual o Óscar que querias mesmo ver entregue este ano?

Digo mais: será injusto não ganharem estas minhas duas seleções. Uma delas é o Denzel Washington para melhor desempenho masculino no filme "Vedações". Ele é talvez (pelo menos para mim) um dos maiores atores americanos vivos, versátil e um grande ser humano. Tive a oportunidade de o ver em palco em Nova Iorque com esta peça e é arrasador.

Outro Óscar mais do que merecido é o da animação "Kubo e as Duas Cordas". Hoje os estúdios da Laika representam a inovação que nos anos dourados de Hollywood esteve entregue a Walt Disney, e só por isso, por esse arrojo criativo, merecia ganhar. Além do mais, este filme é uma obra de arte de técnica e conceito artesanal de cinema “stop-motion”.

#OscarsNotSoWhite: os nomeados negros deste ano são reação à polémica do ano passado ou são nomeações merecidas?

Acredito que se assustaram, mas não tenho dúvidas de que este ano no painel de candidatos (brancos ou negros), são de destacar pela qualidade os negros. Como referi na resposta anterior, o Denzel Washington merecia sem duvida um Óscar...

Vicente Alves do Ó (Argumentista e realizador de filmes como "Florbela", "Quinze Pontos na Alma", "O Amor é Lindo… Porque Sim" e "Al Berto", que estreia ainda este ano)

Vicente Alves do Ó
créditos: Patrícia Andrade

Quem vai ser o grande vencedor dos Óscares?

O grande vencedor será certamente "La La Land". A não ser que o "Moonlight" venha escondido logo atrás e roube tudo.

O fenómeno "La La Land": merecido ou exagero?

O fenómeno "La La Land" é perfeitamente compreensível já que parte de uma premissa muito esquecida no mundo em que vivemos: o sonho comanda a vida. O cinema tem andado arredado dos pobres humanos que procuram ainda o sonho do cinema. A fantasia partiu para outros universos alternativos como "O Senhor dos Anéis", Harry Potter e super-heróis. Falta o sonho possível no mundo cada vez mais cínico e sem utopia. Por tudo isso acho o filme capaz de ganhar prémios e encantar plateias. E como tal, merece o que lhe acontece.

Qual o Óscar que querias mesmo ver entregue este ano?

Gostava muito que a Isabelle Huppert ganhasse [como Melhor Atriz por "Ela"]. Ela merece. Pela carreira, pelo risco, pela surpresa e pela coragem que ela sempre mantém nas escolhas que faz.

#OscarsNotSoWhite: os nomeados negros deste ano são reação à polémica do ano passado ou são nomeações merecidas?

As nomeações são mais que merecidas. Acho que não se podem criar cotas de prémios mas fazer filmes onde todos possam mostrar o que são capazes e este ano temos filmes muito bons onde podemos ver pessoas como a Viola Davis trabalhar tão, mas tão bem.

Ver artigo completo

Comentários