Artigo

"Kramer Contra Kramer": Meryl Streep acusa Dustin Hoffman de ter passado dos limites

Numa grande entrevista, Meryl Streep recordou o momento da rodagem do seu primeiro filme em que foi agredida por Dustin Hoffman.

Numa grande entrevista publicada esta quarta-feira, Meryl Streep diz que Dustin Hoffman "passou dos limites" durante a rodagem do filme "Kramer Contra Kramer" (1979).

Tudo aconteceu no segundo dia de rodagem e numa cena que seria um dos momentos-chave: Joanna diz ao marido que o vai deixar e sai do apartamento para apanhar o elevador.

O que aconteceu faz parte da lenda de Hollywood e foi recuperado há pouco tempo quando o ator começou a ser envolvido nos escândalos de assédio sexual: Dustin Hoffman não quis confiar apenas ao talento de "inexperiente" Meryl Streep a representação da angústia de Joanna e antes das câmaras começarem a rodar, deu-lhe uma grande bofetada. A marca vermelha é perfeitamente visível nas cópias com mais definição do filme.

O relato está numa grande reportagem de 2016 da Vanity Fair: o momento gelou todos os que estavam no local, mas Hoffman não se ficou por aí e usou outras táticas, improvisando diálogos sobre a vida pessoal dela que faziam referência a um namorado que tinha morrido há pouco tempo de cancro.

Ela ficou "absolutamente branca", mas aguentou as provocações e fez a cena. O filme valeu-lhe o primeiro dos três Óscares da carreira.

Ver artigo completo

Comentários