Artigo

Óscares retiram nomeação a 24 horas da cerimónia por violação das regras

Greg P. Russell perdeu a sua nomeação pelo filme "13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi", de Michael Bay.

Greg P. Russell perdeu a sua nomeação ao Óscar de Melhor Mistura de Som pelo filme "13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi".

A decisão, anunciada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas em comunicado este sábado, um dia antes da cerimónia, foi tomada por ter violado as regras da organização.

Russell telefonou a colegas durante a fase das nomeações para lhes chamar a atenção para o seu trabalho no filme com John Krasinski que retrata o ataque de 2012 ao consulado americano em Benghazi, na Líbia.

A descoberta desta pressão levou o Conselho de Governadores, reunido na quinta-feira, a remover a sua nomeação após recomendação do comité do respetivo ramo da Academia.

Era a 17ª da sua carreira. Ainda não ganhou o Óscar.

Na corrida pelo filme continuam Gary Summers, Jeffrey J. Haboush e Mac Ruth.

Os outros filmeses nomeados na categoria de Melhor Mistura de Som são "O Primeiro Encontro", "O Herói de Hacksaw Ridge", "La La Land: Melodia de Amor" e "Rogue One: Uma História de Star Wars".

Comentários