Artigo

Óscares: Academia faz balanço da cerimónia em menos de dois minutos

A presidente da Academia que entrega os Óscares escreveu aos seus membros para destacar o que correu bem na cerimónia e prometeu que serão tomadas medidas para evitar a repetição do seu desfecho, partilhando um vídeo de balanço.

A presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas escreveu aos seus membros para destacar o que correu bem na cerimónia dos Óscares no domingo.

O balanço inclui um vídeo de tudo com menos de dois minutos que mostra "apenas algumas das razões que tornam a televisão em direto tão emocionante, a razão para milhões de pessoas à volta do mundo verem os Óscares todos os anos e termos tanto para festejar".

Cheryl Boone Isaacs elogiou os produtores do evento pelo "tremendo (e muitas vezes ingrato) trabalho" que fizeram, bem como o anfitrião Jimmy Kimmel  por fazer um trabalho "impecável e sereno", bem como o profissionalismo toda a equipa de bastidores, que lidou "com tudo de forma notável, desde o cenário que caiu durante o ensaio ao desfecho bastante caótico da cerimónia".

A presidente salientou o número de abertura de Justin Timberlake que colocou toda a gente em pé", bem como as atuações de Sting, da sensação de "Vaiana" Auli’i Cravalho, Lin-Manuel Miranda e John Legend.

Os discursos dos premiados, a apresentação de Katherine Johnsonpelo elenco de "Elementos Secretos", os momentos que juntaram as estrelas com as lendas que as inspiraram, os "comentários comoventes" de Jennifer Aniston sobre os ícones da indústria que morreram, bem como o tributo que se seguiu de Sara Bareilles foram outros momentos altos para Cheryl Boone Isaacs.

A porta-voz da Academia já tinha confirmado que os dois responsáveis da PricewaterhouseCoopers que trocaram os envelopes nunca mais terão essa função, mas Isaacs prometeu que "serão implementadas mudanças para garantir que isto nunca mais voltará a acontecer".

A mensagem conclui com "o orgulho que todos sentimos do espírito e entusiasmo de todos os apresentadores, incluindo Warren Beatty e Faye Dunaway, e profissionais do cinema, principalmente os de 'Moonlight' e 'La La Land'.  A elegância e humildade que mostraram em palco, com o mundo a ver, mostra a força do laço que une todos os artistas da nossa comunidade".

Veja o vídeo.

Comentários