Artigo

King Kong é o novo rei das bilheteiras

"Kong: Ilha da Caveira" excedeu as expetativas que foram projetadas pelos analistas. "Logan" e "Get Out" também contribuíram para a boa saúde das bilheteiras.

"Kong: Ilha da Caveira" conseguiu 61 milhões de dólares na sua estreia nos EUA, superando os 45-50 milhões que foram projetados pelos analistas.

A esse valor juntam-se 81,6 milhões da estreia noutros 65 mercados internacionais.

Ainda assim, o valor nos EUA ficou abaixo dos 88 milhões de "Logan" apenas há uma semana e principalmente os 90 que "Godzilla" fez na estreia em 2014.

A comparação é apropriada pois os estúdios envolvidos são os mesmos e estão planeados "Godzilla 2" para 2019 e "Godzilla vs. Kong" em 2020.

O blockbuster com Tom Hiddleston, Brie Larson e Samuel L. Jackson custou 185 milhões ainda antes de uma gigantesca campanha de marketing e vai precisar de uma boa performance internacional para ter lucro, uma vez que já vai ter a concorrência de "A Bela e o Monstro" no fim desta semana.

As estreias na Grã-Bretanha, Coreia do Sul e Rússia foram superiores às de "Godzilla", mas Hollywood vai prestar mais atenção às chegadas ao mercado chinês e japonês a 24 e 25 de março.

Na sua segunda semana de exibição, a despedida de Hugh Jackman como Wolverine conseguiu mais 38 milhões, chegando o total americano agora aos 154 milhões, mas o mais significativo é a marca dos 350 milhões a nível mundial: "Logan" custou 100 milhões e está a dar lucro.

Em terceiro lugar nas bilheteiras ficou a comédia de terror "Get Out", com 21 milhões na terceira semana de exibição, algo nunca visto para um filme deste género.

O seu sucesso será uma das grandes histórias do balanço de 2017: as receitas até agora foram de 111 milhões só nos EUA, contra um custo de 4,5 milhões.

A sua data de estreia em Portugal continua por anunciar.

Comentários