Artigo

"It": Filme de terror torna-se recordista de bilheteiras nos EUA

Após semanas de recordes negativos, as salas de cinema animaram-se com a mais recente adaptação dos livros de Stephen King.

Um palhaço assustador que rouba crianças e aterroriza uma comunidade foi a solução para colocar um ponto final a a duas semanas catastróficas para as salas de cinema dos EUA, em que foram batidos recordes negativos com duas décadas.

O filme de terror “It” tornou-se um gigantesco fenómeno de bilheteira com a sua estreia nos EUA: após semanas de intensa campanha, a mais recente adaptação ao cinema de um livro de terror de Stephen King arrecadou 117,1 milhões de dólares.

A receita esmaga as expectativas mesmo dos analistas independentes, que começaram nos 60-65 milhões antes de subirem para os 80-85 ao longo da semana com a chegada das reações positivas dos críticos.

Apesar de ter perdido centenas de salas por causa dos furacões que afetaram a Flórida, que o estúdio estima em 5% das receitas, “It” conseguiu a 29ª melhor estreia de todos os tempos e bateu títulos deste ano como “Homem-Aranha: Regresso a Casa”, “Mulher-Maravilha” e “Gru, o Maldisposto 3”.

Além de ser a maior a maior estreia de um filme em Setembro e até maior estreia no outono, “It” mais do que duplicou o valor da maior estreia de sempre de um filme de terror, que era de “Hannibal”, com 58 milhões, e vinha de fevereiro de 2001.

Foi ainda a segunda maior estreia de um filme com classificação “R” (o equivalente nos EUA a maiores de 16), apenas atrás de “Deadpool”.

A outra única estreia nos EUA foi “Home Again”, uma comédia romântica com Reese Witherspoon, ficou num distante segundo lugar na preferência dos espectadores, com nove milhões de dólares.

Comentários