Artigo

Hollywood reage ao escândalo dos Óscares

A cerimónia dos Óscares de 2017 nunca mais vai ser esquecida: ao fim de 88 anos, foi anunciado um vencedor errado do Óscar de Melhor Filme.

Parecia o culminar de uma longa noite de celebração do cinema, mas após a abertura do envelope, Warren Beatty parece procurar outro cartão e depois ele e Faye Dunaway levam mais tempo do que o habitual a ler o nome do vencedor.Em tributo aos 50 anos de "Bonnie e Clyde", Warren Beatty e Faye Dunaway subiram ao palco para anunciar o grande troféu da noite, sob uma ovação em pé.

 Todos pensaram que era uma tentativa de criar suspense, mas o que aconteceu é que houve uma troca de envelopes.

Faye Dunaway, não percebendo o sucedido, leu o nome do filme que estava no papel, "La La Land". E calcula-se que Beatty, compreendendo o erro, tenha dado um passo atrás em silêncio calculando que, de qualquer maneira, deveria ser esse o filme vencedor e só internamente se daria pelo lapso. Só que afinal as previsões não se concretizaram e para surpresa geral "Moonlight" foi mesmo o vencedor.

Nas redes sociais, as estrelas de Hollywood não tardaram em reagir.

No Twitter, o cineasta indiano M. Night Shyamalan brincou dizendo que escreveu o final da cerimónia dos Óscares.

"Final surpreendente. Gostava que tivesse acontecido no dia das eleições", escreveu Billy Crystal nas redes sociais.

"Sabem qual é o problema", escreveu na sua conta no Twitter Seth MacFarlane, acrescentando que há votos ilegais.

"Nada como televisão em direto", escreveu Ellen DeGeneres na sua conta no Twitter.

"Ainda ninguém de Hollywood culpou Vladimir Putin?", questionouPiers Morgan, frisando ainda que o erro foi "patético".

Para Elizabeth Banks, o final da cerimónia merece vencer o Óscar de Melhor Filme no próximo ano.

Na sua conta no Twitter, Larry King defendeu que o lapso estragou a noite da entrega de prémios.

Tal como o público, Katy Perry ficou surpreendida com o lapso.

Reveja o momento mais polémico da cerimónia:

Comentários