Artigo

Espectador processa mulher que levou ao cinema porque não parava de mandar mensagens

Enviar mensagens é cada vez mais habitual nas salas de cinema, mas um espectador no Texas não se conformou com o que aconteceu durante "Guardiões da Galáxia Vol 2".

Ainda que chateie e seja considerado falta de civismo pela (ainda) maioria dos espectadores, ver o telemóvel e enviar mensagens tornou-se um comportamento banal para algumas pessoas nas salas de cinema.

No entanto, um homem de 37 anos de Austin, no Texas, não se conforma: Brandon Vezmar avançou com uma ação judicial contra a mulher que convidou para ir consigo ao cinema ver "Guardiões da Galáxia Vol. 2", exigindo de volta os 17,31 dólares [15,6 euros] que pagou pelo bilhete para a sessão em 3D.

O par conheceu-se online e foi ao filme da Marvel, mas para Vezmar rapidamente tudo tornou-se "uma espécie de primeiro encontro saído do inferno": quando a sessão começou, a sua companhia começou a usar o telemóvel "pelo menos 10-20 vezes em 15 minutos para ler e enviar mensagens".

Após recusar parar, ele sugeriu-lhe que continuasse a fazer o que queria fora da sala. Foi o que esta fez e já não regressou.

Como tinha sido ela a conduzir os dois, Vezmar ficou sem a boleia e alguns dias mais tarde mandou-lhe uma mensagem a pedir-lhe o dinheiro do bilhete. Esta recusou porque tinha sido ele a convidá-la para um encontro.

No processo, Vezmar alega que enviar mensagens é "uma violação direta" das normas do cinema e que "embora o pedido de indemnização seja simbólico, o princípio é importante pois o comportamento da acusada é uma ameaça para a sociedade civilizada".

A mulher nem queria acreditar quando foi contactada pelo Austin American-Statesman para comentar o processo, dizendo que era uma "maluquice".

Pedindo para não ser identificada, disse em sua "defesa" que apenas enviou duas ou três mensagens e sempre com o telemóvel em baixo, "não estando a incomodar ninguém".

Entretanto, o caso ganha novos contornos: a mulher prepara-se para avançar uma ação judicial contra Vezmar após ele contactar a sua irmã mais nova... para receber o dinheiro do bilhete.

James Gunn, o realizador de ""Guardiões da Galáxia Vol. 2", já reagiu: "Porquê ficar-se pelo processo? Ela merece pena de prisão!"

Comentários