Artigo

Disney sob chantagem: Hackers ameaçam lançar online "Piratas das Caraíbas"

O filme da Disney é a mais recente vítima de um pedido de resgate por parte de hackers.

Piratas vítimas de piratas?

"Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias" corre o risco de ficar online antes da data prevista para chegar às salas de cinema.

O filme da Disney é a mais recente vítima de um pedido de resgate por parte de hackers, que exige um grande pagamento em Bitcoins, a moeda digital descentralizada. O estúdio está a cooperar com o FBI e não irá pagar.

O CEO da Disney, Bob Iger, revelou a novidade a empregados do canal ABC durante um encontro em Nova Iorque na segunda-feira, afirmando que os hackers ameaçaram lançar partes de um filme se as suas exigências não fossem aceites. A promessa é de lançar cinco segmentos cada vez maiores, com um total máximo de 20 minutos, até que o pagamento seja efetuado.

Embora não tenha revelado o título, várias fontes em Hollywood afirmaram tratar-se do quinto filme da saga com Johnny Depp, que chega aos cinemas a partir de 24 de maio.

Este é um novo capítulo de um fenómeno que os especialistas dizem que se vai tornar uma tendência na indústria do entretenimento: roubos virtuais com chantagem.

Ainda este mês, The Dark Overlord, um grupo de hackers, pediu um resgate à Netflix para não lançar antecipadamente online os episódios da quinta temporada de "Orange Is The New Black".

O serviço de streaming não cedeu e o grupo, que diz ter outras séries e filmes na sua posse, cumpriu a ameaça. A estreia estava agendada para 9 de junho.

Tudo terá acontecido após uma pequena produtora que trabalha com diversos estúdios ter sido alvo de um ataque informático.

Comentários