Artigo

Daniel Craig pronto para novo Bond. Tom Hiddleston fica mal na fotografia

Várias fontes junto do ator dizem que está pronto para fazer um último filme. Tom Hiddleston, o principal candidato para o substituir, não deixou boa impressão à poderosa produtora da saga.

Daniel Craig estará prestes a ser convencido a regressar para o "Bond 25".

Especulações sobre a escolha de um novo ator para o papel do agente secreto com licença para matar têm sido frequentes desde "007 Spectre", principalmente a partir do momento em que Craig fez o célebre comentário sobre preferir "cortar os pulsos a regressar".

Agora, parece que as conversações com a produtora Barbara Broccoli estão no bom caminho para fazer o quinto filme como Bond, que seria encarado como a sua despedida.

Em outubro, Craig já tinha dado sinais da sua disponibilidade, dizendo que ser Bond no cinema era o melhor trabalho do mundo, mas para o atual estado de espírito terá contribuído a produção da peça "Othello" por parte de Broccoli em dezembro, que deram a Craig as críticas e credibilidade artística que procurava desde que se tornou Bond em 2006.

'Daniel ficou muito satisfeito com a forma como correu 'Othello' e as excelentes críticas. Agora, as conversações dele com Barbara estão na direção certa', afirmou uma fonte ao Page Six.

Neste processo também pesou o facto do ator preferido para o substituir ter ficado mal na fotografia: Tom Hiddleston terá sido considerado pela produtora 'demasiado convencido e não suficientemente duro' para o papel.

Além disso, também não ajudaram o romance com Taylor Swift e o discurso nos Globos de Ouro sobre a sua viagem ao Sudão do Sul em que se referiu à admiração dos membros da equipa dos Médicos Sem Fronteiras pela sua série "O Gerente de Noite".

O ator ainda pedia desculpa pelo tom condescendente do discurso, mas o seu destino terá ficado selado.

Comentários