Artigo

Atentado em Manchester: Antestreia de "Mulher-Maravilha" em Londres foi cancelada

Todas as atividades de promoção do filme foram canceladas, incluindo encontros com a comunicação social

A antestreia em Londres de "Mulher Maravilha" foi cancelada por causa do ataque terrorista no concerto de Ariana Grande em Manchester na segunda-feira à noite.

A sessão especial estava marcada para 31 de maio e também não se vão realizar outras atividades de promoção que estavam planeadas, nomeadamente os encontros com a comunicação social.

Gal Gadot, Chris Pine e Robin Wright eram algumas das estrelas que iam comparecer e também dar entrevistas não só a jornalistas britânicos, mas também de outros países europeus.

"Os nossos pensamentos estão com aqueles afetados pela recente tragédia no Reino Unido. À luz da atual situação, não vamos continuar com os nossos planos para a antestreia de 'Mulher-Maravilha' e atividades de imprensa em Londres", anunciou o estúdio Warner Bros. em comunicado.

A decisão surge num momento em que a primeira-ministra Theresa May subiu o nível de ameaça terrorista de "severo" para "crítico", o que significa que existe a suspeita de que podem estar iminentes mais ataques. Foram colocadas forças militares em zonas de potencial risco para ajudar as forças policiais nas ruas.

"Mulher-Maravilha" estreia tanto na Grã-Bretanha como em Portugal a 1 de junho.

Comentários