Artigo

Alec Baldwin continua chateado com o que Harrison Ford lhe fez há 25 anos

O ator faz a revelação em “Nevertheless", o seu novo livro de memórias.

Alec Baldwin está a passar por um dos melhores momentos da sua carreira: além de ser o protagonista da animação "The Boss Baby", um sucesso de bilheteira no último fim de semana, tornaram-se virais com os vídeos as suas imitações do presidente Donald Trump no "Saturday Night Live".

O 'timing' é perfeito para a chegada de um novo livro de memórias, "Nevertheless" [Todavia], e a estrela não desilude os que se habituaram à sua franqueza.

Entre as revelações sobre a vida e carreira, uma envolve Harrison Ford e o que este lhe fez lhe fez há mais de 25 anos.

Alec Baldwin interpretou o agente da CIA Jack Ryan em "Caça ao Outubro Vermelho" (1990) e foi apanhado de surpresa quando Ford ficou com o papel na sequela, "Jogos de Poder - O Atentado" (1992).

"Nevertheless" descreve como John McTiernan, o realizador do primeiro filme, perguntou a Ford se ele sabia que o estúdio Paramount ainda estava a negociar com Baldwin.

A resposta, de acordo com McTiernan, terá sido um 'F– him', um 'Ele que se lixe' bem explícito.

O ressentimento ficou, como revela outra passagem do livro sobre o encontro dos dois num evento de caridade em Los Angeles.

'Em pessoa, Ford é um homem pequeno, baixo, magricela e nervoso, cuja voz suave soa como se estivesse a vir por detrás de uma porta", é a sua descrição do rival.

Comentários